Guillermo del Toro defende igualdade de gênero no Festival de Veneza

Créditos da imagem: Gage Skidmore/Flickr/Reprodução

Filmes

Notícia

Guillermo del Toro defende igualdade de gênero no Festival de Veneza

"O objetivo tem que ser alcançar 50%/50% até 2020", declarou o diretor

Mariana Canhisares
29.08.2018
16h54

Na abertura do Festival de Veneza, o diretor Guillermo del Toro defendeu a igualdade de gênero em meio às críticas sobre a ausência de diretoras na competição. Pelo segundo ano consecutivo, o festival tem apenas uma produção comandada por uma mulher.

"Acho que o objetivo tem que ser alcançar 50%/50% até 2020. Se isso acontecer até 2019, é ainda melhor", disse Del Toro, acompanhado dos outros membros do júri Christoph Waltz, Naomi Watts, Sylvia Chang, Trine Dyrholm, Nicole Garcia, Paolo Genovese, Malgorzata Szumowska e Taika Waititi.

"Temos um problema real agora. É um problema na nossa cultura de um modo geral. Muitas das vozes que precisam ser ouvidas tem que ser ouvidas. Não é uma questão de estabelecer uma cota; é uma questão desta época, exatamente esse tipo de conversa precisa acontecer para chamar a atenção e tornar o fato conhecido. Acredito que é necessário, porque durante muitas décadas, senão séculos, não se chamou a atenção para isso", continuou.

O diretor artístico do festival, Alberto Barbera, não comentou as críticas durante a coletiva de imprensa. O presidente da organização responsável pelo evento, Paolo Baratta, ressaltou que as inscrições de mulheres representam apenas 21% do total, em média.

"Espero que outros festivais revelem seus dados sobre essa questão para que tenhámos referências para analisar a situação com mais objetividade", disse Baratta.