Filmes

Notícia

Deadpool | James Gunn elogia filme e critica abordagem da mídia

Diretor de Guardiões da Galáxia falou sobre comparações entre produções

Camila Sousa
15.02.2016, às 14H32
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H36
ATUALIZADA EM 29.06.2018, ÀS 02H36

James Gunn divulgou um texto no Facebook onde elogia Deadpool  e critica a abordagem de parte da mídia para os filmes. O diretor, que está atualmente filmando Guardiões da Galáxia 2, começou o texto citando um parágrafo do site Deadline, que diz que o longa do mercenário tem um tom autodepreciativo único e brinca com a Marvel, algo que o estúdio jamais faria consigo mesmo:

None

“Eu amo o Deadline e muitas das minhas notícias sobre negócios de cinema vêm deles. E eu amo Deadpool ainda mais – o filme é hilário, engraçado, tem muito coração e é exatamente o que precisamos agora: assumir grandes riscos no cinema de espetáculo. Mas, qual é? Isso não é motivo para reescrever a história. Essa citação deve ter sido dita pelo executivo mais burro de Hollywood da história”.

“Vamos ignorar Guardiões por um momento”, continuou Gunn, “Um filme que sobreviveu a cada momento construindo a si mesmo e se colocando para baixo – Deus sabe como sou parcial com ele. Mas o que você acha que [Jon] Favreau e [Robert] Downey fizeram em Homem de Ferro? O que raios foi o Homem-Formiga?”

“Depois de cada filme que bate recordes de bilheteria, as pessoas aqui de Hollywood gostam de citar razões definitivas desse sucesso. Eu vi isso acontecer com Guardiões. ‘Não tinha medo de ser engraçado’, ou ainda ‘era colorido e engraçado’, e eu comecei a ver dezenas de trailers iguais ao filme, com músicas pop e trocadilhos. Deadpool não é assim. Deadpool tem suas próprias coisas. É a isso que as pessoas estão reagindo. É original, é muito bom, foi feito com amor pelos cineastas. Eles não podem estar somente copiando o que veio antes”.

“Então, nos próximos meses, se você prestar atenção nas chamadas, verá Hollywood mal interpretando a lição que deveriam ter aprendido com Deadpool. Eles estarão dando sinal verde para filmes ‘como o Deadpool’. Mas, com isso, eles não vão querer dizer ‘bom e original’, e sim, ‘um filme de super-herói obsceno’ ou ‘que quebra a quarta parede’. Eles vão te tratar como se você fosse estúpido, que é a única coisa que Deadpool não faz. Mas, no meio de tudo isso, haverá um estúdio ou dois que vão tirar a lição certa disso – como a Fox fez com os Guardiões dando sinal verde para o Deadpool – e vão dizer ‘Cara, talvez a gente possa dar às pessoas algo que elas ainda não tiveram'. E é isso que vai ser bem sucedido”, finalizou o diretor.

O filme está em exibição nos cinemas.

No OmeleTV, fizemos o veredito do filme:

Leia mais sobre Deadpool

 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.