Ray Fisher em Liga da Justiça/Warner

Créditos da imagem: Warner Bros./Divulgação

Filmes

Notícia

Ray Fisher entra com pedido oficial para que Warner troque investigador

Ator aconselhou testemunhas a negarem qualquer tentativa de contato com responsável atual pela investigação

Nicolaos Garófalo
17.09.2020
19h26

A investigação relacionada às acusações de Ray Fisher sobre o comportamento abusivo de Joss Whedon, Jon Berg e Geoff Johns durante as filmagens de Liga da Justiça chegou a novo impasse. O ator informou em seu Twitter que entrou com o pedido oficial para que a Warner troque o investigador independente contratado para cuidar do caso.

Na rede social, Fisher afirmou que o pedido foi consequência da “falta de transparência (e, em alguns casos, mentiras descaradas)” propagadas pelo estúdio durante o desenrolar da história – confira:

Devido a uma proposital falta de transparência (e, em alguns casos, mentiras descaradas) da Warner Pictures e da agência independente contratada por eles para investigar [o que aconteceu em]Liga da Justiça, um pedido oficial pela troca do investigador foi feito à WarnerMedia. Para proteger todas as testemunhas envolvidas e as informações que elas possuem, eu aconselho que todos que forem contatados pelo atual investigador a respeitosamente se negarem a prestar depoimento até que uma agência verdadeiramente independente seja contratada

Entenda o caso

O diretor Joss Whedon foi acusado de postura abusiva no set de Liga da Justiça, filme da DC de 2017 no qual entrou para o posto de diretor após a saída de Zack Snyder. Segundo as primeiras falas de Fisher, "o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.”

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, dublês de Buffy, A Caça-Vampiros - série criada por Whedon - acusaram o criador de ser egomaníaco.

Joss Whedon assumiu as filmagens de Liga da Justiça depois da saída de Zack Snyder da direção por problemas familiares. A reação negativa em torno do filme estimulou pedidos pela versão original do longa, já que muito material planejado pelo Snyder não entrou na versão final. Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do Snyder Cut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.