Foto de Liga da Justiça

Créditos da imagem: Liga da Justiça/Warner/Divulgação

Filmes

Notícia

Liga da Justiça | Ex-artista da DC culpa filme por cortes na empresa

Ethan Van Sciver afirmou que orçamento gigante do filme prejudicou empregos

Camila Sousa
26.01.2019
16h46

Ethan Van Sciver, ex-artista da DC Comics, culpou Liga da Justiça por cortes e demissões na empresa (via HH). Segundo ele, o orçamento total do filme chegou ao valor de US$ 700 milhões e o retorno nas bilheterias (US$ 657 milhões) repercutiu em vários empregos:

"Decisões foram tomadas para Joss Whedon finalizar o filme. Ele não gostou do que viu, aparentemente, e pediu aproximadamente US$ 300 milhões pelo que eu ouvi. Se você souber de algo melhor me avise, mas ele basicamente pediu um valor gigante, quase igual ao orçamento inicial, para refilmar e finalizar Liga da Justiça. Ele transformou o filme de Zack Snyder em outra coisa. O filme era uma catástrofe, e foi uma catástrofe cara".

Recentemente a DC Comics anunciou o corte de vários títulos nos EUA, incluindo HQs como Titãs e Damage - saiba mais

"Você pode imaginar o que gastar quase US$ 700 milhões em um filme e perder centenas de milhões de dólares pode fazer com as pessoas, com o trabalho delas. Logo depois Diane [Nelson] fez uma pausa. Ela nunca voltou e anunciou que ficaria fora. Geoff Johns, eu imagino, também levou alguma culpa por Liga da Justiça e perdeu sua posição lá. Outras pessoas na DC que estiveram envolvidas com Liga da Justiça perderam seus empregos e cargos. Os efeitos ainda estão sendo sentidos".

Apesar de todos os problemas, a Warner/DC alcançou o US$ 1 bilhão nas bilheterias recentemente com Aquaman e já está planejando a sequência do longa - saiba mais.

Liga da Justiça chegou aos cinemas em novembro de 2017.