James Gunn diz que não existe rivalidade entre Marvel e DC

Créditos da imagem: CHRISTIAN PETERSEN / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Filmes

Notícia

James Gunn diz que não existe rivalidade entre Marvel e DC

Para diretor, fãs tóxicos são minoria e "ainda menores no mundo real"

Pablo Raphael
28.01.2020
15h28
Atualizada em
28.01.2020
15h54
Atualizada em 28.01.2020 às 15h54

O diretor James Gunn trabalha atualmente no próximo filme do Esquadrão Suicida e já dirigiu dois longas dos Guardiões da Galáxia. Para os fãs, Gunn parece a pessoa certa para falar sobre a rivalidade entre as duas companhias.

Questionado sobre o tema no Twitter, o diretor disse que “Juro por Deus, não me lembro de ninguém na Marvel ou na DC condenando a outra empresa”. Para Gunn, a competição é menor entre DC e Marvel do que entre as duas empresas contra todos os outros filmes.

No fim das contas, estamos em barcos parecidos, falando no sentido figurado”, disse o diretor, em referência à competição que ambas as companhias enfrentam pela audiência nos cinemas.

Gunn também disse que 99% dos fãs são pessoas fantásticas. "Eles amam alguns filmes, gostam de outros e não gostam de alguns, mas raramente são cruéis. Os elementos tóxicos podem ser barulhentos mas em comparação, são uma parcela pequena. E são menores ainda no mundo real do que nas redes sociais".

O diretor foi demitido da Marvel por uma série de tuítes polêmicos antigos, mas foi contratado de volta e vai trabalhar em Guardiões da Galáxia 3

O novo Esquadrão Suicida vai se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander e Kim Yale. O longa é previsto para 6 de agosto de 2021.