Mulher-Gato | Halle Berry diz que adoraria dirigir remake do filme

Créditos da imagem: Halle Berry em Mulher-Gato (Reprodução)

Filmes

Notícia

Mulher-Gato | Halle Berry diz que adoraria dirigir remake do filme

Atriz estrelou longa de 2004 da personagem, que foi fracasso de crítica e público

Caio Coletti
13.11.2021
19h15
Atualizada em
13.11.2021
20h39
Atualizada em 13.11.2021 às 20h39

Halle Berry quer uma segunda chance de abordar a Mulher-Gato nos cinemas - mas, dessa vez, como diretora. Falando ao canal Jake's Takes, a estrela do longa de 2004 da personagem disse o que mudaria no seu "remake".

"Eu amaria dirigir Mulher-Gato. Se pudesse pegar esse trabalho agora, sabendo o que sei, tendo a experiência de reimaginar aquele mundo... Eu gostaria muito de fazer isso. A primeira coisa seria fazer a Mulher-Gato salvar o mundo na história, como os super-heróis masculinos. Ela não estaria só salvando mulheres de terem os seus rostos rachados", disse.

A declaração de Berry faz referência à trama do Mulher-Gato de 2004, em que a anti-heroína enfrentava Laurel Hedare (Sharon Stone), cujo plano maligno era vender produtos de beleza que transformavam a pele dos usuários em um material duro como mármore, que se desintegrava se o uso fosse interrompido.

Na entrevista, a atriz ainda disse que sua reimaginação do longa teria um elenco "mais inclusivo, tanto para os homens quanto para as mulheres". Berry comparou o possível projeto com o seu primeiro filme na direção, Ferida.

"Este roteiro foi originalmente escrito com uma protagonista branca, irlandesa, católica, de 25 anos. Eu tive que reimaginá-lo completamente para que se encaixasse no que eu queria. Refazer Mulher-Gato seria o mesmo tipo de trabalho", declarou.

Em Ferida, Berry vive Jackie "Justice", uma falida ex-lutadora de MMA que precisa voltar aos ringues quando Manny, o filho de seis anos que ela abandonou, aparece na sua porta. O filme chega em 24 de novembro à Netflix.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.