Cartaz de Esquadrão Suicida

Créditos da imagem: Warner Bros/Divulgação

Filmes

Notícia

Esquadrão Suicida | James Gunn fala sobre lançamento de versão de David Ayer

Diretor do primeiro filme de vilões da DC agradece aprovação de Gunn

Julia Sabbaga
27.05.2020
08h56

Questionado sobre a possibilidade de lançamento de uma nova versão de Esquadrão Suicida, com a visão do diretor David Ayer, James Gunn, que dirigirá a sequência do longa, disse que não tem problemas com o novo corte. A possibilidade de divulgação de um corte de diretor do filme da DC se tornou cada vez mais debatida após a Warner ter confirmado o lançamento do Snyder Cut de Liga da Justiça na plataforma de streaming HBO Max. 

"Eu estaria ok com qualquer coisa que David Ayer e a Warner quiserem lançar com isso, sem problemas", comentou Gunn quando perguntado sobre a possibilidade. Sua declaração chegou ao próprio Ayer, que tem animado uma campanha pela sua versão. Respondendo ao comentário de Gunn, o diretor do primeiro Esquadrão Suicida disse:

"James, eu realmente aprecio isso, não importa como essa jornada maluca se desenrole. Você é uma ótima pessoa e, sem brincadeiras - mal posso esperar para ver sua versão dos personagens. Você é um cineasta mestre"

Anteriormente, Ayer já havia dito que a sua versão de Esquadrão Suicida está completo, com exceção dos efeitos especiais. 

Desde o lançamento do filme em 2016, o diretor comenta das várias coisas que ficaram de fora da tão-criticada versão teatral. Seu corte supostamente teria muito mais cenas com o Coringa de Jared Leto, além de mais destaque para a vilã Magia (Cara DeLevingne).

Esquadrão Suicida também passou por problemas em sua produção, com refilmagens que mudaram a ideia original de Ayer e várias cenas excluídas, especialmente do Coringa de Leto. Na última semana, a empresa AT&T, dona da Time Warner, não descartou a possibilidade do lançamento, respondendo a um fã nas redes sociais que só era necessário um pouco de magia. Lançado em 2016, Esquadrão Suicida fez US$746 milhões na bilheteria mundial.

O próximo filme da franquia, dirigido por James Gunn, usará alguns dos mesmos personagens, mas não terá tantas conexões com a trama. O longa deve se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander e Kim Yale. A estreia é prevista para 6 de agosto de 2021.