Coringa | Deputado faz discurso com máscara do personagem em assembleia

Créditos da imagem: TV Assembleia RS/Reprodução

Filmes

Notícia

Coringa | Deputado faz discurso com máscara do personagem em assembleia

Rodrigo Maroni, do Podemos, afirmou que problemas na saúde e educação vão gerar sociedade semelhante à do filme

Nicolaos Garófalo
28.01.2020
22h06
Atualizada em
28.01.2020
22h27
Atualizada em 28.01.2020 às 22h27

Os protestos mostrados no longa Coringa, indicado ao Oscar 2020 de Melhor Filme, chegaram à política brasileira. Durante uma sessão extraordinária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o deputado Rodrigo Maroni, do Podemos, vestiu uma máscara que imita a maquiagem de Joaquin Phoenix como parte de um protesto pela falta de estrutura em segurança, educação e saúde.

O filme foi lançado para dizer justamente o que? Que sem educação, sem segurança e sem saúde pública, vamos ter uma sociedade de Coringas que vai estar se matando por falta de perspectiva de emprego” afirmou o deputado, antes de colocar a máscara. Para o político, seu protesto “vai ficar na história”.

Ao sair do púlpito, Maroni foi advertido por Luís Augusto Lara, presidente da Assembleia, sobre o uso da máscara. “O regimento só permite o uso de palavras. Vou pedir que não se repita isso”, avisou o político do PTB, em meio às vaias e aplausos recebidos pelo colega.

Coringa fez história como o filme baseado em HQs com maior número de indicações no Oscar. Na edição 2020, o longa concorre a Melhor Filme, Ator, Fotografia, Figurino, Direção, Edição, Cabelo e Maquiagem, Trilha Sonora Original, Edição de Som, Mixagem de Som e Roteiro Adaptado.

O longa de Todd Phillips estreou no dia 3 de outubro e arrecadou US$ 93,5 milhões em seu primeiro final de semana, melhor marca da Warner desde Mulher-Maravilha que, sem a mesma limitação de ser só para maiores de 18 anos, fez US$ 103 milhões. Com arrecadação de US$ 1 bilhão na bilheteria mundial, o longa ultrapassou os filmes do Deadpool e se tornou o longa para maiores mais lucrativo da história.