Joaquin Phoenix em Coringa/Warner Bros./Divulgação

Créditos da imagem: Warner Bros./Divulgação

Filmes

Notícia

Coringa | Cena “insana” em banheira foi cortada do filme

Diretor Todd Phillips garantiu que cena não continha nada próximo de pornográfico

Nicolaos Garófalo
10.11.2019
22h51

Próximo de arrecadar US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais, Coringa foi muito bem recebido pela crítica especializada e pelo público, especialmente a atuação de Joaquin Phoenix como o protagonista, que já vem gerando especulação para o Oscar do ano que vem. De acordo com o diretor Todd Phillips, uma indicação seria mais que merecida por conta dos improvisos do ator no set.

O cineasta lembra de momentos de puro improviso gravados em dias em que as filmagens terminavam mais cedo, com duas cenas dessas sessões chegando ao corte final – uma em que Arthur (Phoenix) entra na própria geladeira e outra em que o protagonista ri ao deixar o apartamento de Sophie (Zazie Beetz) -, enquanto outras foram consideradas “loucas demais” para o filme.

Tem uma cena incrível que fizemos em uma banheira, mas nós não pudemos incluir no filme, mesmo sendo para maiores, não por ser pornográfica ou algo assim, mas porque era simplesmente insana”, afirmou Phillips em entrevista ao canal do Festival de Cinema de Santa Barbara.

Coringa estreou no dia 3 de outubro e arrecadou US$ 93,5 milhões em seu primeiro final de semana, melhor marca da Warner desde Mulher-Maravilha que, sem a mesma limitação de ser só para maiores de 18 anos, fez US$ 103 milhões.