Battlestar Galactica | Katee Sackhoff fala de representatividade na CCXP Worlds

Créditos da imagem: Divulgação

CCXP

Artigo

Battlestar Galactica | Katee Sackhoff fala de representatividade na CCXP Worlds

Atriz falou sobre as referências femininas na ficção científica

Camila Sousa
05.12.2020
16h31
Atualizada em
05.12.2020
21h32
Atualizada em 05.12.2020 às 21h32

O tema da representatividade é altamente discutido em 2020, mas não era uma realidade tão grande em 2004, ano de lançamento da primeira temporada de Battlestar Galactica. Katee Sackhoff, intérprete da Tenente Starbuck na série, esteve em um painel na CCXP Worlds e falou sobre o tema:

“Eu acho que se o programa fosse feito hoje, o público ia perguntar por que não tem mais mulheres! Eu acho que avançamos muito no cinema pra ter representação para todos e isso é algo que se tornou mais comum. Eu acho que vamos ver mais disso no futuro e é algo muito bom”, afirmou a atriz, que faz uma personagem interpretada originalmente por um homem na série clássica.

Sackhoff falou também da importância de ter referências femininas no cinema e na TV, algo que não era tão comum há algumas décadas: “Um dos motivos pro Bruce Willis ser tão influente na minha infância, é porque não haviam muitas mulheres fortes e atléticas em diferentes gêneros enquanto eu crescia. Nós tínhamos Sigourney Weaver, Linda Hamilton e Lucy Lawless, mas nós não tínhamos um grande número dessas mulheres na televisão e essa representação é algo tão importante, por tantos motivos diferentes”, disse a atriz, completando ainda que, nos bastidores de Battlestar Galactica, nunca houve realmente uma discussão sobre a mudança de gênero da personagem. “Nós nunca validamos as escolhas ou existência da Starbuck e nem as falhas dela por ela ser mulher. Era simplesmente quem ela era e eu acho que esse é o motivo pra personagem ser tão importante e continuar sendo importante para mulheres e garotas”.

Presente atualmente na série da Netflix Outra Vida (Another Life), a atriz deu uma prévia do que os fãs podem esperar: “Essa temporada é tão louca quanto a anterior. É uma viagem louca a partir do momento que você começa a ver o episódio 1. Haverão várias mudanças. No final da temporada anterior, minha personagem Niko tomou uma decisão que ela achou que seria a melhor, mas o resultado não foi exatamente o que ela imaginou. Então a encontramos nesta temporada realmente em conflito sobre como ser uma boa líder, mas também completar sua missão e o que ela está disposta a sacrificar”.

A CCXP Worlds: A Journey of Hope, primeira edição 100% digital do maior evento de cultura pop do mundo, acontece entre os dias 4 e 6 de dezembro de 2020. Os ingressos gratuitos e os pacotes especiais, que dão direito a atrações e brindes exclusivos, estão disponíveis no site www.ccxp.com.br.

Neste sábado (5), a Amazon apresenta as novas séries The Wilds e Invincible, além da quinta temporada de The Expanse, os diretores Anthony e Joe Russo falam de seus próximos trabalhos depois de Vingadores, e Jessica Chastain traz seu novo filme, As Agentes 355. No lado dos quadrinhos, é o dia de nomes como Garth Ennis e Kelly Sue DeConnick, além de novidades da Turma da Mônica e do evento DC Future State. Confira a programação completa.

Quem perdeu alguma coisa ou quer rever os melhores momentos pode acessar os vídeos on demand, que serão disponibilizados na plataforma em até 24 horas depois da exibição ao vivo e ficam no ar até o dia 13 de dezembro.

Acompanhe a cobertura completa no site, Twitter e Facebook do Omelete.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.