Filmes

Notícia

David S. Goyer fala sobre a possibilidade da DC seguir o "modelo Marvel" no cinema e na TV

Roteirista diz que não há um plano definido na Warner Bros.

Natália Bridi
08.04.2014
17h44
Atualizada em
29.06.2018
02h31
Atualizada em 29.06.2018 às 02h31

David S. Goyer, roteirista responsável pela trilogia Batman, O Homem de Aço e dos inéditos Batman Vs. Superman e Liga da Justiça (além da série de TV de Constantine), falou a IGN sobre a possibilidade da Warner Bros. criar um universo unificado para a DC no cinema e na TV, nos moldes do Marvel Studios.

Liga-da-justica

None

[Atualizado] Falamos da novidade no Hyperdrive:

"Você precisa admirar o que a Marvel tem feito. É realmente difícil criar uma marca, uma marca que as pessoas seguirão. A Pixar fez isso e agora a Marvel fez. É muito, muito difícil fazer isso pois não existe muito mais essa fidelidade a marcas. Eles têm um universo criativo coeso, então eu admiro o que eles fizeram", elogiou o roteirista. Porém, de acordo com Goyer, o estúdio ainda não definiu seu plano para unir os heróis da DC em um mesmo universo, incluindo, por exemplo, as séries de TV do Arqueiro Verde e do Flash na CW: "Sei que a Warner Bros. adoraria tornar o seu universo mais coeso. Tivemos muitas coversas sobre isso, mas é muito, muito cedo. Não tenho certeza. A Marvel tem tido muito sucesso, mas não tenho certeza se todos deveriam seguir o exemplo deles. Tivemos apenas conversas vagas sobre isso até o momento". Ainda segundo o roteirista, "ninguém teve um ataque cardíaco" quando o Superman de Bryan Singer foi lançado sem ter qualquer relação com Smallville.

Marvel supera Harry Potter como a franquia de maior bilheteria nos EUA

Apesar da declaração de Goyer, a Warner caminha para unir seus heróis ao menos no cinema, com Batman Vs. Superman, que será lançado em 6 de maio de 2016, sendo seguido pelo filme da Liga da Justiça e de uma série de filmes de heróis da DC - leia mais. Fox e Sony, os estúdios que detêm, respectivamente, os direitos de X-Men/Quarteto Fantástico e Homem-Aranha, também optaram por seguir o "modelo Marvel" - a Fox planeja ligar os filmes de X-Men e do novo Quarteto Fantástico e a Sony planeja derivados do amigão da vizinhança, como Sexteto Sinistro e Venom.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.