Dom | Família de Pedro Dom acusa pai de mentir e pede boicote contra série

Créditos da imagem: DOM/Divulgação

Amazon Prime Video

Notícia

Dom | Família de Pedro Dom acusa pai de mentir e pede boicote contra série

História do criminoso virou série no Prime Video

Pedro Henrique Ribeiro
13.07.2021
18h38
Atualizada em
13.07.2021
18h50
Atualizada em 13.07.2021 às 18h50

Após a série DOM viralizar no Prime Video, a irmã de Pedro Dom, Erika Grandinetti, escreveu uma carta acusando o pai de mentiras e informando que a produção não teve autorização da mãe, Nídia Sarmento. DOM é uma série baseada em fatos reais que tem como base o livro “O Beijo da Bruxa”, escrito pelo pai de Dom, e a obra de ficção “Dom”, de Tony Bellotto.

Em uma publicação no Facebook, Grandinetti disse que a mãe sempre disse não à realização do projeto, mas que nunca foi ouvida. O Omelete entrou em contato com o Prime Video, mas ainda não obteve resposta. O pai, Luiz Victor Dantas, morreu em 2018, de câncer no pulmão.

“Seu ex marido diz: Olha vou ganhar dinheiro com as suas dores... e chama mais homens, sozinho ele não iria conseguir, sabem? Que juntos arrancam a casca da sua ferida, e você sangra, de novo, toda sua dor, história de luta, e dói muito. Ou alguém acha que depois de ter seu filho morto, alguém em sã consciência, quer reviver as dores?”, escreveu a irmã.

Diferentemente do que é mostrado na série, Grandinetti afirma que o pai de Dom nunca internou o filho em uma clínica de reabilitação; na verdade, o tirava de lá. Para confirmar a história, ela publicou uma carta de um dos médicos que atenderam o irmão na qual ele afirma que a mãe sempre cuidava de Pedro, enquanto o pai era contra o tratamento.

Grandinetti também contestou a imagem de herói que o personagem do pai ganhou na série. Ela desmentiu a cena em que o pai subiu um morro armado para buscar o filho em um baile e contou que ele foi expulso da Polícia Civil após participar de um “esquadrão da morte”. De acordo com o desabafo dela, era a mãe que ia buscar Pedro Dom na favela e também foi ela quem prendeu o filho na cama (na série, é o pai que toma essa atitude).

No último episódio da primeira temporada de Dom, Jasmin procura Pedro para contar que estava grávida. Esse filho tem 16 anos e está em tratamento para ansiedade e depressão. Ele vem sendo procurado pela imprensa após o lançamento da série, segundo a tia.

Por fim, a irmã pediu um boicote contra a série: "Mulheres, cancelem essa porcaria! Não demandem a segunda temporada. Exemplos totalmente fora da realidade. Para reescrever a história do ex policial, pra humanizar o ladrão, que nunca pediu para ser humanizado, principalmente às custas do sofrimento de quem nunca o abandonou, estão 'escarnando' a minha mãe viva", escreveu.

Pedro Dom aterrorizou prédios e casas da alta sociedade fluminense no início dos anos 2000. Usando seus olhos azuis e cabelos loiros, o jovem utilizava o racismo estrutural a seu favor para entrar nos locais sem levantar suspeita e, uma vez dentro, tocava o terror, saindo das residências apenas depois de encher as malas com dólares, joias e aparelhos eletrônicos. E assim virou manchetes dos jornais.

A primeira temporada de DOM está disponível no Prime Video e a segunda temporada está confirmada, sem previsão de estreia.

Confira a sinopse:

“Na série, a história conta a história mostra o rapaz da classe média carioca que foi apresentado à cocaína na adolescência, colocando-o no caminho para se tornar o líder de uma gangue criminosa que dominou os tablóides cariocas no início dos anos 2000: Pedro Dom. Alternando entre ação, aventura e drama, Dom também acompanha o pai de Pedro, Victor Dantas, que, na adolescência, faz uma descoberta no fundo do mar, denuncia às autoridades e acaba ingressando no serviço de inteligência da polícia.”

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.